Home > Pergunte ao Especialista

PERGUNTAS

Tem dúvidas sobre Consultas e Avaliações para o tratamento da Obesidade? Deixe sua pergunta que nós respondemos! – Lembre-se de conferir as perguntas ao lado para ver se alguém já fez a mesma pergunta que você

ENVIE-NOS SUA PERGUNTA:

* Campos obrigatórios

NOTA: As perguntas são enviadas para nosso e-mail e após aprovação dos nossos especialistas, respondemos e ela ficará disponível para consulta aqui no site

Lembre sempre de manter o respeito, usando este espaço apenas para perguntas relacionadas ao tema do site

Desde já agradecemos pela sua presença e faremos o possível para te ajudar com suas dúvidas

Todas as perguntas já realizadas:

Doutor, tenho uma prima que fez a Cirurgia Bariátrica há 7 anos. Ela começou a ganhar peso de novo nos últimos 3 anos. É possível isso acontecer?

Sim. Nenhum tratamento oferece a cura da Obesidade, porque ela não existe. Os melhores tratamentos conseguem um controle adequado desta doença crônica, mas isso só é possível com a participação e dedicação do paciente. Devendo ter um cuidado constante, principalmente com a alimentação e atividades físicas regulares, sem deixar o acompanhamento periódico multidisciplinar.

É verdade que a pessoa que faz Cirurgia Bariátrica precisa tomar vitaminas o resto da vida?

Todos os pacientes submetidos a Cirurgia Bariátrica devem manter alguns cuidados regularmente. Entre eles existe, a recomendação de suplemento diário de polivitamínico. O seu uso tem por objetivo manter os níveis das principais vitaminas dentro da normalidade, o que ocorre desde que associado a uma boa alimentação.

É necessário perder peso para operar?

A perda de peso no pré-operatório é muito bem vinda e necessária, especialmente nos casos de pacientes super obesos. Assim o paciente tem uma melhora da condição cardiorrespiratória e reduz a lesão hepática nos indivíduos que apresentam esteatose hepática grave.

Após a cirurgia o paciente pode voltar a comer de tudo?

A evolução da dieta no pós-operatório é gradual e variável de acordo com a técnica cirúrgica e a tolerância de cada paciente, tanto em consistência quanto em volume. Após dois meses, geralmente o paciente está apto a ingerir uma alimentação semelhante ao que fazia antes, porém priorizando alimentos saudáveis e ricos em proteínas. Daí a importância de se realizar um acompanhamento nutricional e psicológico antes da cirurgia… para evitar que se retome hábitos prejudiciais.

Precisarei de acompanhamento da equipe multiprofissional por quanto tempo após a cirurgia?

Teoricamente, o acompanhamento deve ser trimestral no primeiro ano; no segundo ano semestral e, a partir do terceiro ano, revisões anuais. No entanto, com relação às consultas nutricionais, o ideal é realizar o acompanhamento de acordo com a necessidade do paciente.
É importante ressaltar, que a obesidade é uma doença crônica, que necessita de acompanhamento permanente.

Por quanto tempo se emagrece após a cirurgia? Pode-se emagrecer demais?

O período de emagrecimento varia de acordo com cada paciente e com a técnica realizada. Entretanto, em média, esse período dura dois anos, período em que ocorrem equilíbrio do metabolismo, com relação ao consumo calórico e ao gasto energetico, e estabilização do peso. Contudo, se o paciente mantiver uma baixa ingestão de proteinase micronutrientes, a perda de peso pode alcançar níveis perigosos, causando uma desnutrição proteico-calórica. Da mesma forma, se o paciente não respeitar uma alimentação equilibrada e tiver uma ingestão aumentada de calorias, especialmente as chamadas calorias vazias, seu peso pode não sofrer grandes alterações.
Portanto, apesar do processo cirúrgico, uma nutrição balanceada é essencial!